sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Lavai as mãos! Sequência didática de autocuidado

video
SEQÜÊNCIA DIDÁTICA: LAVAR AS MÃOS - BI

Professoras: Francilene Pereira de Lima
Márcia Aloisia Ribeiro Cavallari

Processo: Durante o ano todo

Turma: BI

Objetivos:
  • Estreitar os vínculos afetivos entre criança e educador.;
  • Propiciar experiência de aprendizagem de lavar as mãos;
O que as crianças podem aprender;
  • Perceber as mãos;
  • Contato prazeroso com a água

Seqüência Didática
  • Na reunião de pais e mestres explicar como se dará o processo;
  • No momento do banho aproveitar para auxiliar a criança a ensaboar e esfregar as próprias mãos, nomeando-as assim como as demais ações. Secá-las com toalhinhas de mão individuais.
  • Quando a criança adquirir equilíbrio do próprio corpo, colocá-la sentada no trocador ainda com apoio do braço do educador e colocar sabonete líquido em suas mãos, estimulando para que as esfregue sozinha.
  • E após esse procedimento o professor deverá auxilia e enxágua as mãos da criança com auxilio do chuveirinho ou outro recipiente.
  • Estimulando também a secarem as mãos sozinhas.
  • Quando a criança já consegue ficar em pé, colocá-la em uma cadeira encostada ao trocador ainda utilizando a cuba como pia, caso a arquitetura da instituição não dê condições com lavatório adequado a sua faixa etária.
  • Colocar o sabonete líquido e deixar que ensaboem, enxágüem e sequem as mãos com mais autonomia. Sempre com supervisão do educador.
  • Assim que o educador perceber que a maioria das crianças se apropriaram das orientações para lavar as mãos antes e após as refeições, a utilização do banheiro ou em outras atividades em que as mãos ficam sujas, poderá iniciar o uso do lavatório, lembrando que o mesmo deve ser adequado a faixa etária.
  • Nessa fase do procedimento o educador terá o papel de orientar e mediar a aprendizagem, proporcionando oportunidade conquistar sua autonomia total.
  • Dependendo do desenvolvimento psicomotor o educador estimulará e auxiliará a criança a apropriar-se de retirar os seus pertences da “necesserie” e guardá-la na sua mochila



COMENTARIOS:
Acreditamos que essa prática beneficia as crianças na aquisição de hábitos de higiene e ficamos gratificadas em observá-las, demonstram prazer e assimilação com esse gesto tão simples e importante.


Lavar As mãos (Mão)


Arnaldo Antunes


Uma
Lava outra, lava uma
Lava outra, lava uma mão
Lava outra mão, lava uma mão
Lava outra mão
Lava uma



SEQUÊNCIA DIDÁTICA: LAVAR AS MÃOS BII



Professoras: Marly Kennerly Marcondes Gonzaga e
Sarina Alves da Silva Gordado

Berçário II

Duração: ano todo

Objetivos:

  • Consolidar hábito e autonomia para higienização das mãos;
  • Minimizar o tempo de espera durante os momentos de higienização de forma lúdica.

O que as crianças podem aprender

  • Adquirir o hábito de lavar as mãos após a utilização do banheiro, antes e após as refeições e atividades externas;
  • Como higienizar as mãos corretamente.


Seqüência Didática:

Passo a passo:

  • Na reunião de pais e mestres explicar como se dará o processo;
  • Ensinar e auxiliar levantar as mangas da blusa, durante o frio;
  • Ensinar e auxiliar abrir a torneira e molhar as mãos e logo após fecha-se a torneira;
  • Orientar e auxiliar a criança a colocar um pouco de sabonete liquido nas mãos;
  • A educadora faz o movimento para que a criança imite como esfregar as mãos;
  • Orienta e auxilia abrir a torneira novamente para enxaguar as mãos;
  • Oferecer a toalha individual para que o mesmo seque as mãos.
  • Assim que a educadora perceber que a maioria das crianças se apropriaram das orientações para lavar as mãos antes e após as refeições, a utilização do banheiro ou em outras atividades em que as mãos ficam sujas a educadora terá o papel de orientar e mediar a aprendizagem, proporcionando oportunidade conquistar sua autonomia total.
  • Ensinar e auxiliar para que a criança se aproprie a retirar os seus pertences da “necesserie” e guardá-la na sua mochila
Recursos

  • Toalha individual;
  • Sabonete liquido.
  • “Necesserie”


Dica:
  • Um das educadoras propõe atividades lúdicas enquanto a outra vai convida de dois em dois para lavar as mãos.


COMENTÁRIOS:

É gratificante para nós educadoras quando vemos a nossa prática funcionar e dar frutos, a criança se apropriando de hábitos e mudando seu comportamento.
Para nós mais que sistematizar conhecimentos é o que a criança leva para o resto de sua vida.

Um comentário:

marca disse...

Acreditar que as crianças desde a mais tenra idade e se estimulada corretamente se torna capaz de aprender e exercitar o que aprendeu é que nos dá força para não desistirmos nunca. Também se faz relevante mencionar a participação dos pais/mães que acreditaram ser possivel e que contribuiram conosco.